O brasileiro Matheus Pereira, de 18 anos, conhecido como Spitflow e sendo uma das maiores promessas no mundo dos games, terminou em 6ª posição no campeonato online FNCS All Star Showdown, que em parceria com a BLAST, reuniu os melhores competidores do FNCS deste ano. 
Os participantes disputaram US$3.000.000 em prêmios por meio de diferentes desafios e torneios. O campeonato encerrou com os 100 melhores jogadores de diferentes regiões no mundo concorrendo por uma parte do prêmio. 

Chegar ao final do campeonato entre os 10 melhores foi uma grande surpresa para Matheus, mesmo com um treino intenso de cerca de 10 horas diárias: “Ficar em 6° lugar foi algo que superou minhas expectativas, me dediquei muito para ir bem em um campeonato solo e importante como esse, porém superou minhas expectativas. Antes do campeonato começar eu estava desejando alcançar o top 20.”
O treino do gamer para esses campeonatos consiste em free build (construção livre no modo criativo) e x1 com amigos, também no modo criativo. Para ele, o segredo para alcançar boas posições são dedicação, foco e treino. Um trio que está garantindo resultados admiráveis para Spitflow, que faz  parte do time do The Cartel Esports – organização global de esportes e conteúdo.  
Quando questionado sobre as dificuldades enfrentadas no campeonato, Matheus declara: “A parte mais complicada foi chegar no endgame, que é onde tem pouco espaço e muitos players vivos.” Contudo, seu desempenho ganhou destaque. 

Sobre jogar sozinho, o competidor explicou sua opinião: “A diferença entre jogar em um campeonato solo e em equipe, é que você pode depender muito mais dos outros no solo do que em equipe, e por isso pode ser mais difícil, além disso, você não consegue renascer com ajuda de um companheiro de equipe, então se você morrer, acabou a partida.”
Em relação ao prêmio de US$13.000, Spitflow tem planos de investir uma parte do dinheiro e usar uma quantia para desejos pessoais. Para os próximos desafios, o jogador se prepara para novos campeonatos, como Cash Cups – Trio e Solo, e o FNCS Trio. 

Deixe uma resposta