ETEC José Martimiano da Silva completa 93 Anos de História

Um passado construído na formação profissional de mais de 35 mil alunos que passaram por alí

2

Uma história que ninguém apaga

Tudo começou no ano de 1927. Nomeada primeiro como Escola Profissional de Artes e Ofícios, a ETEC – José Martimiano da Silva, a tradicional escola Insdustrial do bairro Campos Elíseos  Ribeirão Preto – começou a sua construção, em 1922. O que ninguém imaginava é que a ETEC formaria mais de 35 mil alunos e escreveria histórias de amor e de laços eternos com os alunos, docentes, funcionários e amigos que passaram por lá. Na época, o terreno para levantar o prédio foi doado pela prefeitura, que tinha como prefeito João Rodrigues Guião, que manifestou uma grande satisfação em dar esse presente à cidade. A Escritura de doação do terreno foi passada no Primeiro Tabelião em Ribeirão Preto, no dia 24 de março de 1926 e media 80 metros de frente por 150 metros de fundo. Hoje, no ano de 2020, em pleno século 21, a história é contada por pessoas que vestem a camisa da educação de qualidade dando continuidade a esse trabalho quase centenário. “A Industrial tem uma brilhante história educacional”, afirma o atual diretor João Ailton Lemos Ferreira, diretor da ETEC, há oito anos. Os primeiros cursos da instituição foram de Mecânica, Marcenaria, Fundição, Eletricidade, Desenho e Costura, que formou grandes profissionais para o mercado de trabalho. A escola já formou 35 mil alunos em vários cursos”, fala orgulhoso. 

Ainda segundo o diretor, outro fato interessante relacionado a Industrial, aconteceu  durante a Revolução Constitucionalista de 1932, o que nem tudo mundo sabe. “ A escola cooperou com a fabricação de artigos para a revolução de 32, de onde sairamquépis, Blusas, Calças, Atadurasmateriais bélicos com fundição e preparo de granada, o que nem todos sabem”,disse. Na marcenaria foram confeccionados cabos de madeira para fuzil e outros equipamentos bélicos”, contou. Essa é uma história que o tempo nunca apagará e sim somará cada vez mais capítulos desse livro sem fim pelo fato de continuarmos o trabalho de formação de um grande número de alunos”, concluiu emocionado. 

Em 1946 em homenagem ao seu idealizador, a Escola Industrial de Ribeirão Preto passou a ser chamada de José Martimiano da Silva. A escola atualmente possui um corpo docente com cerca de 170 professores e mais de três mil alunos distribuídos em diversos cursos profissionalizantes, todos com registros em seus respectivos conselhos.

Centro Paula Souza. Em 1994 a escola então pertencente à Secretaria Estadual da Educação passou a ser mantida pelo Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza. Criado pelo governador Roberto Costa de Abreu Sodré, o Centro iniciou suas atividades em 1970. Na época, a Instituição dedicava-se exclusivamente ao ensino superior quando, no início da década de 80 ampliou sua atuação, incorporando 12 unidades de ensino técnico de nível médio, as chamadas Escolas Técnicas Estaduais. Em 1994 foram incluídas outras 82 unidades, entre elas a José Martimiano da Silva.

Comemoração 93 anos

Este ano, a Escola Técnica José Martimiano da Silva completou 93 anos e o que não faltam são depoimentos de pessoas que estudaram lá e que não esquecem dos corredores, das escadas, das salas e dos queridos mestres, muitos que já se foram mas que deixaram um legado. “ Temos a missão construção da formação e construção do processo de aprendizagem, em benefício da comunidade na prestação de serviços, viabilizando a prática e o exercício da profissão do técnico.Temos o orgulho de colocarmos no mercado de trabalho os melhores técnicos”, afirma o diretor João Ailton. Preparar esse profissional para atender a demanda dos serviços técnicos de excelência e geração de renda é uma das missões da ETEC que vem fazendo isso com muita honradez”, disse.

A ex – aluna Thereza Cristina Pereira Lunardi, fez uma homenagem a escola no facebook, “Querido Industrial para os íntimos, conhecido como ETEC José Martimiano da Silva, hoje um senhor quase centenário. Tenho muito carinho e gratidão por ti. Lembro me dá organização de sua festa de 75 anos. Se os seus corredores tivessem a habilidade de relatar suas vivências, as conquistas e as diversidades encontradas… Tú és patrimônio de Ribeirão Preto, responsável por tornar adolescentes pessoas honradas e de sucesso, transformar núcleos familiares. São tantos exemplos de Mestres competentes… Alguns como Rita de Cassia, Cyntia Arevabini, Marcos, Pedro, Therezinha, Claudia Cants, Deise, Dona Cidinha, Denise entre outros. Você contribuiu muito além da formação técnica, formou seres humanos, seres pensantes, autores dos seus próprios papéis… A educação é um instrumento fundamental para melhoria da sociedade. Você faz parte das histórias de muitos, de uma menina que se formou em Técnico em Nutrição e Dietética no 4.n1, que conquistou amigos e relacionamento para vida inteira em 1999, quando retorno a sua frondosa escada de madeira, permeio em meio aos corredores, adentro no anfiteatro para ministrar aula sinto me que estou reencontrando um velho amigo. Diante da limitação dos recursos financeiro ainda possui uma pela sinueta, uma entrada marcante e uma porta sempre aberta. Para as novas gerações aproveitem a cada minuto a sabedoria oferecida por esse senhor de idade.

Vale ressaltar que a ETEC está com inscrições abertas para o vestibulinho 2º semestre.

https://www.vestibulinhoetec.com.br/duvidas-frequentes/

2 COMENTÁRIOS

  1. Amei o docunentário…escola que também frequentei. …tenho lembranças maravilhosas. ..tive professores queridos e amigos que alguns tenho amizade até hoje.Obrigada. …

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui