Foto: Divulgação/CCS

Um dos cartões postais mais charmosos de Ribeirão Preto, a avenida Nove de Julho, será restaurada. A obra, anunciada pelo prefeito Duarte Nogueira na última terça-feira (24), está estimada em cerca de R$ 21 milhões, provenientes da operação de crédito com a Caixa Econômica Federal, pelo Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento).

O projeto executivo da restauração já está pronto e a previsão é que a licitação seja concluída em cerca de 120 dias. O projeto prevê a recuperação da avenida Nove de Julho entre a rua Amador Bueno e a avenida Independência. Será recuperado todo o pavimento, com a retirada e preservação dos paralelepípedos para implantação da base, com reforço em concreto, como é realizado nas obras dos corredores de ônibus. Além disso, está prevista a implantação da base de área e realocação dos paralelepípedos no lugar do asfalto. Esse trabalho permite manter a qualidade do pavimento por mais tempo de uso.

Todo o canteiro central será restaurado, preservando os mosaicos de pedras portuguesas e as árvores, que não serão retiradas. Com a obra, será possível implantar acessibilidade nos cruzamentos e retornos da avenida, com rampas de acesso para cadeirantes, piso tátil direcional e de alerta indicando os pontos de espera e de travessia.

Outra importante intervenção que faz parte da obra de restauro da avenida Nove de Julho é a implantação de duas galerias de águas pluviais de grande porte, com todo o atual sistema de drenagem da avenida refeito e melhorado. O escoamento das galerias será pelas ruas São José e Marcondes Salgado até o córrego Retiro Saudoso, na avenida Francisco Junqueira. Este escoamento será importante também para auxiliar parte da drenagem das águas pluviais do centro.

Após pronta, a avenida fará parte do total de 11 corredores de ônibus que estão sendo implantados em Ribeirão Preto pelo Programa Ribeirão Mobilidade, totalizando 56 quilômetros que percorrerão as principais avenidas do município.

Deixe uma resposta