Boni, no Roda Viva, disse que Jair Bolsonaro não vai cassar a concessão da TV Globo

A guerra não é contra a imprensa ou a TV, é contra a democracia

0

O ex-diretor geral da Rede Globo e fundador da TV Vanguarda, José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, afirmou hoje no Roda Viva que o confronto do governo federal não é especificamente contra a televisão ou contra a imprensa: é contra a democracia. Ao ser questionado sobre a guerra do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) contra a Globo, Boni analisou que a imprensa é o pilar da democracia e lamentou que as emissoras e jornais tenham aceitado este jogo do Executivo.

“Cassação de empresa de TV e rádio no Brasil só aconteceu na ditadura. Não acho possível cassar a TV Globo pela penetração que tem, pelo respeito que as pessoas têm, pelos serviços que prestou ao Brasil. Mas seria uma coisa no Brasil pior que uma revolução. Quem tentasse cassar a Globo estaria jogando para perder, porque o valor que o entretenimento e a informação têm para o público é inestimável.”

Maria Adelaide Amaral pediu a palavra para um desabafo sobre uma das questões que envolveram os escândalos recentes na televisão. “Sinto uma onda de moralismo, uma generalização, para mim absurda, que veio dos anos 1970. Fico muito chocada com esse moralismo recente”, iniciou. “O mundo está mais careta e mais chato em todos os sentidos. Essa coisa de todo mundo interferir na vida de todo mundo, dizer com quem você tem que andar, como tem que se comportar. Muito chato. Me desculpa”, declarou ela. Diante do desabafo da colega, Boni respondeu: “A forma mais odiosa de censura que eu conheço é o politicamente correto”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui