Filho revela que mantinha relações sexuais com Flodelis

0

O filho adotivo de Flordelis (PSD-RJ) confessou que a deputada, acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, visitava seu quarto na casa onde moravam, no Rio Comprido, no Rio de Janeiro, para manter relações sexuais com o filho. Durante o depoimento, ele afirmou que Flordelis também oferecia as filhas adotivas para se relacionar sexualmente com pastores que visitavam a casa como “recepção”.

Prisão dos filhos

Cinco filhos e uma neta da deputada Flordelis foram presos no dia 24 de agosto em uma operação coordenada entre o Ministério Público do Rio de Janeiro e Polícia Civil denunciados por participação na morte do pastor Anderson de Carmo em junho do ano passado.

O MP e a Polícia Civil concluíram as investigações. Ao todo onze pessoas foram denunciadas. Sete pessoas foram presas.

Flordelis foi indiciada sob acusação de crime de homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, falsidade ideológica e organização criminosa majorada. A única que até agora não foi presa por ter imunidade parlamentar.

Denúncia

Segundo investigações, a deputada planejou o homicídio e foi responsável por convencer os acusados a participarem do crime sob a simulação de ocorrer um latrocínio. Flordelis também financiou a compra da arma.

O motivo do crime é descrito pelo fato da vítima manter rigoroso controle nas finanças da família.

A deputada fez outras seis vezes tentativas de homicídio contra a vítima sem sucesso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui