MP pede intensificação de restrições contra a Covid em São Joaquim da Barra; Secretário de Saúde de Sertãozinho deixa a pasta

Cidades da região enfrentam problemas no combate ao Covid

Vista aérea de São Joaquim da Barra.

Depois de uma reunião com representantes da administração pública de São Joaquim da Barra (SP), o Ministério Público (MP) solicitou ao município a intensificação das medidas restritivas e da fiscalização contra a Covid-19. A intenção é de aliviar a pressão sob o sistema de saúde municipal.

O endurecimento das restrições é voltado principalmente aos bares e restaurantes. Também foi solicitada à Prefeitura a prorrogação do decreto que impõe medidas mais restritivas na cidade por mais sete dias. Além disso, o MP pediu o aumento de 20% nos leitos do Hospital de Campanha e a intensificação das campanhas educativas entre a população, além de outras medidas.

Segundo o último boletim epidemiológico de São Joaquim da Barra, divulgado na quarta-feira (9), a cidade registra 5.312 casos de coronavírus e 121 mortes, 87 delas somente neste ano.

Secretário de Sertãozinho deixa o cargo

O médico João Ortolan deixou o comando da Secretaria de Saúde de Sertãozinho depois de seis meses no cargo. A secretária adjunta Soaria Stella assume a secretaria interinamente até a nomeação do novo responsável pela pasta, que, segundo a Prefeitura, deve ocorrer nos próximos dias.

A troca ocorre em meio a um colapso da saúde pública da cidade por causa da pandemia. Desde 31 de maio Sertãozinho tem 100% de ocupação em leitos de UTI, unidade de terapia intensiva, na Santa Casa, único hospital público do município.

Sertãozinho conta com 18.328 casos de Covid-19 e atingiu a marca de 400 mortes.

O médico João Ortolan ficou seis meses no comando da Saúde de Sertãozinho. Foto: Redes Sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui