Pesquisa aponta que vagas em universidades de ponta no exterior estão cada vez mais concorridas

Pesquisa aponta que vagas em universidades de ponta no exterior estão cada vez mais concorridas

0

Uma pesquisa inédita da Fundação Estudar aponta que o ingresso em universidades de ponta dos Estados Unidos está cada vez mais competitivo para os estudantes brasileiros. De acordo com o levantamento da organização, houve uma queda de 14% no número aprovados, entre 2017 e 2019, em 40 instituições de ensino superior analisadas. Por outro lado, do total de jovens que conseguiram embarcar para uma graduação no país nos últimos anos, 15,5% do total fizeram um preparatório: o Prep Estudar Fora. 

O programa gratuito da Fundação Estudar tem o objetivo de preparar melhor os talentos brasileiros para esses disputados processos. Entre as hipóteses confirmadas para o aumento de competitividade, estão o maior número de candidatos do Brasil e da América Latina, combinada à manutenção na quantidade de vagas totais dessas instituições. Soma-se a isso o fato de muitos brasileiros não estarem habituados aos processos de admissão de universidades do exterior. Portanto, nunca foi tão importante oferecer a mentoria com metodologias exclusivas da Fundação Estudar. 

”Vamos utilizar os resultados da pesquisa na nossa gestão para aumentar ainda mais as chances dos nossos jovens serem aprovados em universidades que são referências mundiais”, explica Juliana Kagami, coordenadora do Prep Estudar Fora. O levantamento ainda aponta quais instituições de ponta dos Estados Unidos tiveram maior variação no número de vagas. 

Os indicadores reforçam a importância da organização continuar apoiando jovens para democratizar as oportunidades. 

Resultados da pesquisa: 

• As taxas de aprovação de Early application – quando as candidaturas às universidades são enviadas em novembro – continuam cerca de 15 pontos percentuais melhores que na rodada Regular de application. Ainda assim, apresentam tendência de queda – de 77% em 2017 para 48%, em 2020; 

• Alunos high income são porcentagem cada vez maior do total de aprovados – eles eram 59% em 2017 e, em 2019, foram 76%. 

• Universidades aprovaram menos brasileiros em 2019, em relação aos 2 últimos anos. De 2017 a 2019, a aprovação de brasileiros caiu 14%. 

• Segundo oficiais de admissão, as vagas estão ficando cada vez mais concorridas porque mais pessoas do Brasil e de outros países estão se candidatando. 

• Universidades têm aprovado um percentual menor de jovens com bolsa – de 51%, em 2017, para 34%, em 2020 – ainda que o valor total de bolsas oferecidas não esteja sendo reduzido. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui