Vocalista do Trio Parada Dura morre de Covid-19

0

O cantor Perrerito, 67, do Trio Parada Dura morreu nesta noite de domingo (13) em decorrência de complicações da Covid-19. O vocalista estava internado em um hospital em Belo Horizonte desde 29 de agosto, dois dias depois teve um mal súbito e precisou ser entubado.

Em nota oficial publicada pelo grupo em rede social: “Por ser grupo de risco, pela idade e diabético, precisou ser mantido na UTI em estado grave. Batalhou muito, mas infelizmente não resistiu às complicações da doença”

Atualmente, o Trio Parada Dura era formado pelos músicos Parrerito, Creone e Xonadão. Os outros dois integrantes da banda fizeram o exame e testaram negativo para coronavírus. A esposa de Parrerito também foi diagnosticada com Covid-19, mas se recuperava em casa.

Parrerito entrou para o Trio Parada no lugar do irmão Barrerito, que sofreu um acidente aéreo na década de 1980, ficou paraplégico, e decidiu seguir carreira solo.

Os sertanejos Leonardo, Jorge e Mateus e Bruno e Marrone receberam a notícia enquanto faziam uma live na noite deste domingo. Minutos antes, na mesma transmissão, Leonardo havia pedido orações para o colega de profissão. “Todos os amantes de música sertaneja do Brasil sabem que o maior trio de uns 50 anos para cá foi o Trio Parada Dura”, disse o cantor. “Hoje o Brasil e o mundo da música sertaneja têm a lacuna de um âncora que puxava todos nós.”

Parrerito nasceu em São Fidélis (RJ), mas construiu a carreira, com o Trio Parada Dura, em Minas Gerais. Ele morava com a família em Contagem, na Região Metropolitana de BH deixa mulher, filhas e netos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui