Tamandua-bandeira (Myrmecophaga tridactyla) encontrado na zona rural da cidade de Serra Azul

Por meio do programa “Uma Nova Chance”, do Bosque Zoológico Municipal Dr. Fábio Barreto, a equipe de veterinários do local continua recebendo animais silvestres vítimas de ações humanas. A proposta é resgatar, tratar e reinserir esses animais na natureza, o que ocorre com 70% dos atendidos.

Detalhe de queimadura na pata do Tamandua-bandeira (Myrmecophaga tridactyla)

De acordo com o veterinário do Bosque, César Branco, o programa oferece apoio também aos animais silvestres vítimas de queimadas ocorridas em Ribeirão Preto e região. “Estamos com muitos focos de incêndio em toda região, é importante lembrar a população que fazemos o atendimento dos animais vitimados.

Após o resgate, fazemos os tratamentos clínicos ou cirúrgicos e avaliamos a possibilidade de voltarem para a natureza. Quando é
possível, encaminhamos para a soltura monitorada”, explica.

Os animais que não sobreviveriam na natureza pela gravidade das sequelas ou estão acostumados com os seres humanos, são destinados a programas de reprodução, principalmente os ameaçados de extinção.

A população pode ajudar no resgate entrando em contato pelos telefones 193 (Bombeiros), 16 3996 0450 (Polícia Ambiental) ou pelo celular do médico veterinário responsável 16 99969-2728.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui