Foto: Divulgação

A maior feira do Agronegócio do Brasil já tem data para acontecer. Em reunião na noite desta segunda-feira (9), na Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (ACIRP), foi anunciada a retomada da Agrishow para o período de 25 a 29 de abril de 2022.

O encontro contou com a participação do secretário estadual de Agricultura  e Abastecimento, Itamar Borges; o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira; o presidente da feira, Francisco Matturro; o presidente de honra, Maurílio Biagi; a diretora Liliane Bertolucci e o presidente da ACIRP, Dorival Balbino, além de representantes de todos os setores que envolvem a realização do evento.

O prefeito Duarte Nogueira conduziu a reunião e comemorou o retorno da Agrishow. “Nós ficamos dois anos sem a realização da feira e agora essa reunião tem como objetivo alinhar, com toda a cadeia envolvida, os primeiros passos para a realização. Recebemos expositores e visitantes do Brasil e do mundo e nós temos que estar totalmente preparados para receber essas pessoas na semana que antecede a Agrishow, na semana que a feira acontece e nas semanas seguintes ao final do evento, por isso, discutir de forma antecipada é fundamental para o sucesso do evento”, disse.

Já o presidente da ACIRP ressaltou a importância econômica do evento. “Sabemos da importância que a feira conquistou ao longo dos anos para Ribeirão Preto e para o agronegócio brasileiro e, no que depender do apoio do setor produtivo local, ela voltará ainda mais forte e representativa” falou.

O secretário Itamar Borges encerrou a reunião comentando a relevância da retomada do evento para a agricultura e o agronegócio, como também para outros setores que estão envolvidos de forma direta e indireta. “Ressalto aqui que a realização da feira movimenta também setores dos hotéis, bares, restaurantes, comércio e outros tantos setores. Nesse sentido, a volta da Agrishow é marcante e histórica para Ribeirão Preto e para o país, pois o agro movimenta a economia do Brasil”, finalizou.

Participaram da reunião, também, o Sindicato Rural, Abimaq, Abrasel, Sindicato dos Empregados do Comércio, Sindicato do Turismo, entre outros.

Deixe uma resposta