Fósseis de dinossauros que podem pertencer ao período Cretáceo, entre 145 e 65 milhões de anos atrás, foram encontrados durante as obras de construção de um terminal ferroviário em Davinópolis, no Maranhão, cidade localizada a cerca de 600 quilômetros da capital São Luís. As escavações foram realizadas a aproximadamente 9 metros, onde também estavam fragmentos de outros seres ainda não identificados.

O achado paleontológico inclui ossos que possivelmente são de titanossauro saurópodes, dinossauros de grande porte que atingiam mais de dez metros de altura. Eles tinham como principais características o pescoço e calda alongados. Esse é o primeiro registro de encontro de fósseis na região.

A operação de coleta do material foi feita pelo professor e paleontólogo Elver Luiz Mayer, da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), para fins didáticos e científicos. O processo de legalização da documentação dos fósseis também foi realizado.

Os fosseis de dinossauro representam um grande potencial para novos estudos, segundo o paleontólogo da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), Elver Luiz Mayer.

“A importância da descoberta para a região consiste no fato que esse é o primeiro registro de dinossauro nessa área, então, por isso, a gente atesta um grande potencial para novos estudos, que vão ajudar a contar a história desses animais gigantescos que viveram no Brasil há mais de 100 milhões de anos”, disse o paleontólogo Elver Luiz Mayer.

Ainda segundo o pesquisador Elver, os ossos são de diferentes partes de um corpo de dinossauro, alguns são grandes e outros menores, como as vértebras, que são ossos da coluna. Além disso, algumas costelas foram encontradas e, também, ossos menores ainda, que são das mãos e dos pés desse animal.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui