Uma psicóloga foi presa após agredir uma criança autista de 8 anos, na cidade de Coronel Fabriciano em MG. A Polícia Civil divulgou, nesta sexta-feira (17), imagens que mostram uma psicóloga agredindo uma criança.

As agressões foram filmadas por uma câmera de circuito interno instalada pelos pais. Nas imagens é possível ver que a mulher dá beliscões no braço da criança, além de segurá-lo pelo rosto. Logo depois, ela puxa o menino para o sofá e começa a falar. Ele fica com medo e encolhido no canto. Na sala, havia outras crianças que presenciaram as cenas. Os pais do menino descobriram as agressões após serem avisados pelo outro filho.

De acordo com a PM, a mulher era cuidadora do menino. Ele apresentava hematomas no braço e manifestou sentir dor, apesar de não se expressar por meio da fala.

Aos militares, a psicóloga informou que é pós-graduada em psicologia e que o procedimento “faz parte do tipo de intervenção necessária no tratamento” que a criança precisa. Disse ainda que os pais sabiam que essa intervenção “deve ser feita de forma enérgica”.

Segundo o neuropediatra, Marcone Oliveira, não há comprovação de que a rigidez e a agressão é uma forma de aprendizado.
O delegado responsável pelo caso pediu para que os pais tenham atenção aos filhos, principalmente quando estão sob responsabilidade de outras pessoas.

Por meio de nota, o Conselho Regional de Psicologia de Minas Gerais informou que foi noticiado sobre o fato e está juntando informações para análise e providências cabíveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui