O Zoológico de Brasília recebeu uma nova moradora, a ursa-de-óculos Liz, (Tremarctos ornatus), – a única espécie da família Ursidae que tem como habitat natural a América do Sul – que estava aos cuidados do Zoológico de Salvador. Ela veio transferida para Brasília na última quinta-feira (2). A ursa deve passar 30 dias de quarentena, em um local temporário dentro do Zoológico, antes de ter o primeiro contato com o urso Ney, que já vive em Brasília desde 2017.

A fêmea, chamada Liz, pesa 60 quilos e veio de Salvador para encontrar o urso Ney, um macho de 12 anos que vive na capital federal desde 2017. A escolha dos dois indivíuos foi feita por comparação e compatibilidade genética, informou a instituição em nota. Liz chegou a Brasília por via aérea e já está sob os cuidados da instituição.

A chegada da Liz tem o objetivo de contribuir efetivamente para a conservação da espécie por meio da reprodução em cativeiro. O nosso objetivo é que tanto Liz quanto Ney e seus filhotes façam parte dos programas de conservação internacionais. Se tudo der certo na reprodução, a gestação ocorre em sete meses, com um a três filhotes”, afirmou o diretor de Mamíferos do Zoológico de Brasília, Filipe Reis, à agência de notícias do Governo do Distrito Federal.

O novo lar de Liz foi reconstruído se baseando na estrutura do habitat natural dos ursos-de-óculos – enriquecer ambiental – como forma de amenizar a mudança de ares. Esse período de 30 dias também será usado para criar estratégias de aproximação entre os dois ursos. Liz tem 11 anos. Nasceu em 14 de junho de 2010. É filha do casal Capitu e Zugao.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui