Foto: Agência Botafogo

O Conselho Deliberativo do Botafogo Futebol Clube decidiu, nesta segunda-feira (30), pela expulsão do ex-presidente Gérson Engrácia Garcia. Além disso, a assembleia determinou que o clube deve processar judicialmente Gersinho por prejuízos causados na relação do clube com a Botafogo Futebol SA.

Na votação, 42 dos 45 conselheiros presentes optaram pela expulsão de Gerson. Ele é acusado de exercer gestão temerária nos contratos com a Botafogo S/A sem o aval do conselho.

Gérson será excluído do quadro de membros associados e não poderá mais assumir mais nenhum cargo relacionado ao clube.

Engrácia não esteve na reunião, mas enviou advogados que negaram as irregularidades e afirmaram que os contratos foram feitos dentro da legalidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui