SAHAR RAHIMI/BBC

Após o Talibã reassumir o controle do Afeganistão, um tumulto no aeroporto de Cabul deixou mortos nesta segunda-feira, 16, quando uma multidão tentava embarcar em aviões para deixar o país. O número de mortos não foi confirmado.

O jornal americano The Wall Street Journal fala em três mortos por armas de fogo.

A agência de notícias Reuters cita relatos de testemunhas de que cinco pessoas foram mortas, sem dizer se as vítimas foram atingidas por disparos de armas de fogo ou pisoteadas durante a confusão.

As pessoas estão tentando deixar o país após o Talibã tomar a capital Cabul e voltar ao poder depois de 20 anos. O presidente fugiu do Afeganistão e o palácio presidencial foi tomado no domingo (15).

Cena de caos no aeroporto de Cabul

Os voos comerciais foram cancelados, e apenas viagens militares ocorrem no local. “Por favor, não venha para o aeroporto”, disse uma autoridade do aeroporto. Vídeos publicados nas redes sociais mostram várias pessoas tentando entrar em aeronaves que estavam prestes a deixar o Afeganistão.

Durante o tumulto, tropas dos EUA, que estavam no aeroporto para ajudar os cidadãos americanos a embarcarem, atiraram para o alto. “A multidão estava fora de controle”, afirmou um oficial à Reuters. “O disparo foi feito apenas para neutralizar o caos.”

Os EUA atacaram o Afeganistão em 2001, em reação ao atentado do 11 de Setembro, e tirou o grupo extremista do poder.

O então presidente americano, Donald Trump, assinou acordo de paz com o Talibã em fevereiro de 2020 que previa a retirada total das tropas do país em abril deste ano.

O atual presidente, Joe Biden, manteve a decisão e adiou a saída completa para o fim deste mês. Com a retirada das tropas, o Talibã rapidamente reconquistou o poder.

Deixe uma resposta