Rosinaldo de Andrade Messias, de 41 anos, foi assassinado a tiros na noite dessa terça-feira (23), na cidade de Itaquiraí, a 402 quilômetros de Campo Grande, após um vídeo em que aparece em um barco beijando a boca de uma criança de 6 anos vazar, o que configura estupro de vulnerável. 

De acordo com o registro do boletim de ocorrência, o crime aconteceu na noite dessa terça (23), por volta das 21 horas, quando Rosinaldo foi encontrado em sua casa morto com um tiro na nuca. Uma testemunha chegou a contar aos policiais que teria ouvido dois tiros.

O vídeo foi gravado no domingo (21), durante um passeio de barco no rio Paraná. As imagens mostram que o homem beija a criança na boca. Na sequência, olha sorrindo para filmagem e dá outro beijo, desta vez na cabeça da criança, que estava sem a parte de cima da roupa.

A criança é filha de Sunilda Ortiz. Além da menina de 6 anos, ela também tem outras filhas de 1 e 12 anos. Nas redes sociais, Sunilda aparece como esposa de Rosinaldo. Os dois se casaram no dia 14 de novembro deste ano. O vídeo teria sido gravado durante um passeio de barco no Rio Paraná, local conhecido como Prainha da Amizade.

De acordo com a polícia, a mãe da criança foi quem postou o vídeo nas redes sociais, mas o excluiu depois de ser alertada por colegas.

Rosinaldo chegou a ser levado para a Delegacia para ser ouvido. Logo após foi executado com um tiro na nuca dentro da casa onde morava. Populares revoltados com o vídeo tentaram invadir a casa para atear fogo no corpo, mas a Polícia Civil pediu reforço para a Polícia Militar de Itaquiraí, que compareceu ao local com uma equipe da Força Tática de Naviraí, para ajudar a conter os populares. 

A menina, junto com outras duas crianças – filha e irmã da mãe que gravou o vídeo – foram acolhidas pelo Conselho Tutelar, em Itaquiraí. As três menores de idade ficarão abrigadas em uma instituição até decisão judicial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui