Homem morre em unidade do Carrefour e corpo é coberto por guarda-sóis

Um Hormem morreu no Carrefour e corpo foi coberto por guarda-sóis e cercado por caixas para evitar que o supermercado parasse as atividades.

0

Um homem que atuava como representante de vendas de uma empresa fornecedora da rede de supermercados Carrefour faleceu enquanto trabalhava, seu corpo foi coberto por guarda-sóis, caixas de papelão, engradados de cerveja e ficou entre as gôndolas enquanto o supermercado continuou funcionando normalmente, localizado na cidade de Recife.

O homem Identificado como Moisés Santos, não era funcionário da rede de supermercados, mas de uma representante de produtos e estava no local a trabalho, segundo a nota oficial do supermercado a causa da morte foi infarto. O corpo ficou no estabelecimento das 7h30 até as 11h. Ficaram esperando a chegada do IML [Instituto de Medicina Legal] 

O caso causou revolta entre os usuários das redes sociais.

A rede de supermercados respondeu em suas redes sociais “O inesperado falecimento do Sr. Moisés Santos, vítima de um infarto, foi muito triste para nós do Carrefour. Sentimos muito e, por conta do ocorrido, revisitamos os protocolos para implementar a obrigatoriedade de fechamento das lojas para fatalidades como essa“

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui