Na ultima terça-feira (9), policiais da Divisão Especial de Investigações Criminais (DEIC) encontraram 14 corpos em um cemitério clandestino, em Sorocaba, no Estado de São Paulo.

Após localizar os primeiros corpos, a Polícia Civil pediu ajuda ao Corpo de Bombeiros para auxiliar nas buscas. A área foi isolada.

Os corpos foram retirados pelo Corpo de Bombeiros.

No total 14 corpos foram desenterrados do local, um terreno baldio na borda de uma mata, no bairro Altos do Ipanema, zona norte da cidade. Oito suspeitos de envolvimento nas execuções, ligados à facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), foram presos.

O DEIC irá analisar os materiais apreendidos para identificar os envolvidos no crime.

Os corpos, em estado de decomposição, foram enviados para o IML (Instituto Médico Legal) de Sorocaba. A identificação será feita com análise do DNA das vítimas.

A Justiça expediu 11 mandados de prisão e 18 mandados de busca e apreensão. Ao menos oito pessoas foram presas.

Os policiais chegaram ao cemitério clandestino depois que um preso na operação contou onde as vítimas do tribunal foram enterradas. Conforme a investigação, o “cemitério” de Sorocaba seria usado também para receber sentenciados de morte de outras cidades paulistas.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui