O Procon-SP notificou a Zara do Brasil Ltda pedindo explicações sobre caso de discriminação noticiado pela imprensa. Pessoas que trabalharam na empresa afirmaram que eram orientadas a identificar clientes com estereótipos fora do padrão da loja anunciado nos auto-falantes da empresa o código “a Zara zerou” para alertar os funcionários.

A empresa também deverá informar sobre política de treinamento aplicada aos seus colaboradores e demonstrar quais medidas adota em relação a conscientização, prevenção, programas de diversidade, inclusão e combate ao racismo e a discriminação de qualquer gênero. Também deve indicar os mecanismos de segurança e vigilância utilizados em sua rede de lojas. 

Ainda sobre caso específico apresentado nas reportagens a empresa deverá prestar esclarecimentos sobre as providências tomadas pela empresa junto aos funcionários e colaboradores que realizaram a abordagem, bem como para posterior assistência à cliente. 

A empresa deverá encaminhar resposta ao Procon-SP até 27/10/2021. 

O consumidor que sofrer ou observar práticas discriminatórias pode fazer sua denúncia no site ou no app do Procon.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui