O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, ordenou a prisão do influenciador bolsonarista Allan dos Santos, do site Terça Livre.

Como Santos está nos EUA, para onde se mudou após entrar na mira dos inquéritos das fake news e atos antidemocráticos, o ministro acionou o Ministério da Justiça para que seja solicitada sua extradição.

O pedido de prisão foi feito pela PF e a Procuradoria-Geral da República se manifestou contra.

A ordem de prisão foi dada por Moraes no dia 5 de outubro, e a ordem de extradição já chegou ao Ministério da Justiça. Allan dos Santos encontra-se atualmente nos Estados Unidos.

Allan dos Santos é investigado em dois inquéritos no Supremo: um deles investiga a propagação de fake news, e o outro apura a formação das chamadas “milícias digitais”, grupos que ameaçariam as instituições democráticas.

Moraes, na decisão que desmembrou o inquérito dos atos antidemocráticos, disse que Allan do Santos teria tentado “influenciar e provocar um rompimento institucional”.

Nas últimas semanas o Instagram, YouTube e Twitter suspenderam as contas de Santos e do seu site, o Terça Livre, também por ordem de Moraes no inquérito das mílicias digitais.

O influenciador driblou a decisão de Moraes e tem veiculado os programas de seu site na página Artigo 220.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui