Foto: Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro hostilizou uma repórter, nesta segunda-feira (21), depois de um evento da Aeronáutica na cidade de Guarantinguetá. Depois de chegar sem máscara ao local e ser questionado pela jornalista, o presidente atacou a profissional e rede Globo.

O presidente afirmou que chega onde quiser, como quiser e que se ela não quisesse usar máscara também, que não usasse. No momento em que foi abordado, ele estava de máscara, mas tirou a proteção enquanto falava. Bolsonaro estava no local para acompanhar a formatura da Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).

Veja o vídeo:

Em diversas oportunidades, Bolsonaro tem atacado a obrigatoriedade do uso de máscara, e em outras situações, a imprensa.

A rede Globo emitiu uma nota manifestando apoio ao trabalho da repórter Laurene Santos. Leia:

“A Globo e a TV Vanguarda repudiam o tratamento dado pelo presidente a repórter Laurene Santos que cumpria apenas o seu dever profissional. Não será com gritos nem intolerância que o presidente impedirá ou inibirá o trabalho da imprensa no Brasil. Esta, ao contrário dele, seguirá cumprindo o seu papel com serenidade. À Laurene Santos, a irrestrita solidariedade da Globo e da TV Vanguarda.”

Laurene Santos recebeu apoio em suas redes sociais depois do ocorrido. O presidente Jair Bolsonaro, no entanto, foi criticado por famosos como Anitta, Carlinhos Maia, os ex-BBB’s Gil e Juliette e também o quase pré-candidato Luciano Huck, que já garantiu estar fora da próxima eleição.

Deixe uma resposta