Um grupo de apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), tentou invadir o prédio sede do Ministério da Saúde, em Brasília, na manhã desta quarta-feira (8/9). Segundo informações d’O Antagonista, a situação logo foi controlada pela equipe que fazia a segurança do edifício.

O tumulto teria começado quando um homem criticou o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Os manifestantes cercaram o indivíduo e atacaram equipes de televisão que estavam no local. Cerca de 100 manifestantes bolsonaristas forçaram o portão e bateram nos vidros para tentarem acessar o prédio. Alguns deles até correram atrás de cinegrafistas – alguns amadores, outros profissionais – que filmavam a ação.

Imagens mostram o momento em que o senhor de camisa azul é atacado com xingamentos e empurrões. Ele tentou sair do local, mas foi impedido pelo grupo. Com a ajuda de seguranças do Ministério da Saúde, o homem conseguiu entrar na sede do órgão.

Servidores ficaram assustados e tentaram sair do prédio, mas a segurança orientou pela permanência no local. 

Funcionários da pasta fecharam os portões de acesso ao prédio, mas os manifestantes tentaram invadir o edifício. Eles dispararam golpes contra as vidraças e o portão do órgão federal. 

Em Brasília, especialmente no complexo que conta com a Praça dos Três Poderes, ainda há manifestantes boslonaristas remanescentes do ato dessa terça-feira, feriado nacional por conta do Dia da Independência do Brasil.
No dia 7 de setembro deste ano, eles manifestaram apoio ao presidente e protestaram contra Supremo Tribunal Federal (STF) e Congresso Nacional.

Em nota, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) informou que foi acionada para resolver a situação. No entanto, a corporação disse que, quando os agentes chegaram ao local, a confusão já havia finalizado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui