Israel fará 3 semanas de quarentena para conter nova onda do novo coronavírus

0

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, anunciou neste domingo (13) que o país fará um novo confinamento no formato lockdown, com duração de três semanas, para conter uma nova onda do novo coronavírus. A medida entra em vigor no próximo fim de semana.

Durante o bloqueio, que ocorre durante a alta temporada de feriados judaicos, os israelenses não poderão se afaster por mais de 500 metros de casa. As reuniões devem se limitar a, no máximo, 10 pessoas em ambientes fechados e 20 em ambientes abertos, mas podem viajar para locais de trabalho que terão permissão para operar de forma limitada.

Escolas e shoppings serão fechados, mas supermercados e farmácias permanecerão abertos. O setor público vai operar com menos funcionários, mas escritórios não governamentais e empresas não terão que fechar, desde que não aceitem clientes.

O país se torna a primeira economia desenvolvida a tomar tal medida para conter uma segunda onda de infecções.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui