Keiko Fujimori pede anulação de 200 mil votos nas eleições peruanas; Bolsonaro lamenta eleição de Castillo

Candidata conservadora alega irregularidades e fraude na mesa de voto

Foto: REUTERS/Liz Tasa

A candidata à Presidência do Peru, Keiko Fujimori, pediu às autoridades eleitorais a anulação de 802 cadernos eleitorais – cerca de 200 mil votos – sob acusações de irregularidades e “fraude na mesa de voto”.

A candidata de direita, que está em vias de perder a eleição de domingo passado (6) por cerca de 70 mil votos para o candidato da ala esquerda, Pedro Castillo, fez o pedido à Comissão Nacional de Eleições (JNE), insistindo na revisão da contagem de votos.

Apenas cerca de 1% dos votos ainda não foram contados.

“Essas 802 fichas de totalização representam 200 mil votos e devem ser retiradas da totalização nacional”, disse Keiko, de 46 anos, filha do ex-presidente Alberto Fujimori, que está preso por abusos de direitos humanos e corrupção.

Pedro Castill, de 51 anos, é filho de camponeses e prometeu reformular a Constituição e as leis de mineração do Peru.

Bolsonaro lamenta resultado

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro falou nesta quarta-feira (9) sobre a provável vitória do professor Pedro Castillo nas eleições para a Presidência do Peru. Em discurso durante um culto evangélico, em Anápolis (GO), Bolsonaro lamentou a eleição do candidato de esquerda. O resultado oficial, no entanto, ainda não foi divulgado pelo Juri Nacional de Eleições do país vizinho porque falta apurar menos de 1% dos votos. 

“Perdemos agora o Peru. Voltou, pelo que tudo indica, falta 1% de apuração lá, só um milagre pra reverter, vai reassumir lá um cara do Foro de São Paulo [organização de esquerda]”, afirmou o presidente a fiéis da igreja Church in Connection. Se confirmada a vitória de Castillo, será a primeira vez que o Peru será presidido por um governo de esquerda.

No final da manhã desta quarta, com mais de 99% das urnas apuradas, Castillo liderava com 50,19% dos votos, enquanto sua adversária, a direitista Keiko Fujimori, filha do ex-ditador Alberto Fujimori, tinha 49,80%, uma diferença de aproximadamente 0,4 ponto percentual, segundo dados oficiais do Escritório Nacional de Processos Eleitorais do Peru.

Bolsonaro também comentou a situação de outros países vizinhos, como Argentina e Venezuela, que são administrados por governantes de esquerda. “Olha para onde foi a nossa Venezuela, quando se começou a acreditar nas coisas fáceis. Um país riquíssimo, como a Venezuela, em petróleo e ouro. Olha para onde eles foram, tendo em vista a ideologia que seguiram. Olha pra onde está indo a nossa Argentina. Só um milagre para salvar a Argentina”.

Tratamento precoce

Em outro momento de seu discurso, o presidente voltou a defender o tratamento precoce, com medicamentos como hidroxicloroquina e ivermectina, para a covid-19. Segundo ele, haveria supernotificação de casos no país. “Se nós retirarmos as possíveis fraudes, teremos, em 2020, o nosso país, o  Brasil, como aquele de menor número de mortos por milhão de habitantes por causa covid. Que milagre é esse? O tratamento precoce. Quem aqui tomou hidroxicloroquina, levanta o braço, por favor?. Querem prova maior? Eu tomei hidroxicloroquina. Outros tomaram ivermectina”, afirmou

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui