Foto: Alexandre de Azevedo

Quatro obras de mobilidade urbana em Ribeirão Preto interrompidas há sete meses só devem retornar em 2022. De acordo com a prefeitura, uma nova licitação ocorrerá ainda neste mês de novembro.

As obras eram executadas pelas construtoras Coesa e Contersolo, que suspenderam os serviços sob a alegação de necessidade de reajuste do orçamento para compra de materiais, que teriam encarecido na pandemia.

A Prefeitura, não aceitou e, alegando descumprimento de cláusulas contratuais, rescindiu o contrato com as empresas em julho de 2021. No mesmo dia, o secretário de Obras Públicas, Pedro Pegoraro, garantiu que a retomada aconteceria em cinco meses.

Os atrasos são alvo de investigação do Ministério Público.

Juntas, as construções somam um orçamento de R$ 73,3 milhões.

Orçamento por obra:

Corredores de ônibus da Avenida Saudade e da Avenida Dom Pedro I: R$ 39,7 milhões

Túnel entre as avenidas Independência e Presidente Vargas: R$ 19,8 milhões

Viadutos da Avenida Brasil/Mogiana e Brasil/Thomaz Alberto Whately: R$ 13,8 milhões

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui