Foto: Rede Social

Segundo publicação no site da Prefeitura de Ribeirão Preto, em 200 dias de governo, diversas ações foram realizadas pela administração municipal. Ribeirão, hoje, atende mais de 11 mil famílias em situação de vulnerabilidade social por meio do “Acolhe Ribeirão”, um programa municipal de auxílio emergencial que disponibiliza R$ 600 divididos em três parcelas.

Além disso, mais de 90 mil cestas foram entregues a esta população e a prefeitura garantiu a segurança alimentar dos alunos da rede municipal de ensino por meio do programa Alimentação. Mais de 650 mil refeições balanceadas chegaram às mãos dos cerca de 11 mil alunos, segue o comunicado.

Confira os demais pontos

Vacinação

Para a retomada da economia, a Prefeitura de Ribeirão Preto estruturou de maneira organizada a vacinação contra a COVID-19, desde a chegada do primeiro lote de vacinas, em janeiro de 2021.

A cidade tem sido exemplo não só de organização como também de tranquilidade e praticidade para a vacinação da população.

Com o sistema de agendamento prévio, Ribeirão Preto já aplicou 469.071 doses do imunizante, sendo 341.785 pessoas vacinadas com a primeira dose, 111.412 pessoas com a segunda dose e 15.874 com dose única, ocupando a sétima posição em imunização no estado de São Paulo, totalizando (dados de 20 de julho de 2021).

“Reservamos ainda, R$ 25 milhões, provenientes de recursos próprios, com intuito de garantir a compra futura de vacinas contra a COVID-19, que serão destinadas ao programa de imunização da população de Ribeirão Preto”, complementa Duarte Nogueira, prefeito de Ribeirão Preto.

Com o avanço da vacinação, o número de internações começou a cair.  Pelos dados da Secretaria de Saúde divulgados nesta terça-feira, 20 de julho, pode-se observar também que houve uma queda nos óbitos. Entre aqueles que têm 90 ou mais, houve redução de 49,4% de mortes. Já na faixa etária de 80 a 89 anos, a redução foi de 45,6%, e entre os idosos de 70 a 79 anos, a queda foi de 29,6%.

Empregabilidade

Com a perspectiva da vacinação, a economia começou a reagir. Prova disso são os últimos números divulgados pelo CAGED. Ribeirão Preto fechou maio com saldo de 1.720 novos empregos. No acumulado do ano, foram 5.647 novos postos de trabalho e, nos últimos 12 meses (junho/20 a maio/21), foram 13.500 novos postos de trabalho.

Com novos investimentos, a tendência da melhora econômica é visível. No início do mês, foi anunciado investimento de R$ 130 milhões no aeroporto Leite Lopes. Realizado na sede da B3 no dia 15 de julho, o leilão para concessão do aeroporto Leite Lopes tira do papel uma longa tratativa que tem por objetivo promover não apenas o desenvolvimento da aviação na cidade, mas atrair investimentos no setor de turismo de lazer e de negócios, prestação de serviços e hotelaria, que devem gerar mais empregos e renda aos ribeirão-pretanos.

Ribeirão Mobilidade

Sem esquecer da mobilidade urbana, relevante eixo de um centro urbano como Ribeirão Preto, que é sede da Região Metropolitana, a prefeitura ainda entregou um novo viaduto numa das mais importantes vias da cidade, o ‘Profissionais da Saúde”, além da duplicação da avenida Adelmo Perdizza e o início das obras de implantação do trecho 1 do corredor de ônibus Norte-Sul, próximo ao aeroporto Leite Lopes. 

AME mais Idoso e AME Mulher

Saúde, prioridade para a administração municipal, também se destaca nesses 200 dias. As obras do AME Mais Idoso começaram e já pode ser visto o primeiro pavimento por quem passa na região da Vila Virgínia. “Quando estiver em funcionamento, o hospital atenderá 26 especialidades médicas, realizando cerca de 22 mil exames e 4,6 mil consultas por mês”, explica o prefeito Duarte Nogueira.

Pensando também na saúde integral da mulher, Ribeirão Preto ainda contará com o AME Mais Mulher. O prédio será construído em um terreno anexo a Mater.

Bom Prato HC e Centro

Com investimento de R$ 3,6 milhões, a prefeitura trabalha para entregar o Bom Prato HC. Com capacidade para servir 1,4 mil refeições e 300 cafés da manhã por dia, o local foi escolhido pensando não só no conforto dos frequentadores como também dos pacientes do Hospital das Clínicas.

E para atender os usuários do Bom Prato do centro, a prefeitura vai construir a nova unidade Bom Prato Centro. Localizado na rua Lafaiete, altura do número 60, o equipamento contará com espaço três vezes maior, passando de 400 para 1,5 mil metros, ampliando o número de atendimentos.

Sustentabilidade

Pensando em ações mais sustentáveis, foi iniciado o teste de um ônibus 100% elétrico e com ar condicionado para o transporte coletivo urbano, que representa um grande instrumento para a redução de poluentes locais e de gases causadores do efeito estufa. Além do ar condicionado, o ônibus possui tomadas USB e são do tipo piso baixo, o que facilita o embarque e desembarque, e são totalmente acessíveis, por meio de rampas, para facilitar o embarque e desembarque do cadeirante.

Reforma Administrativa

Com o objetivo de estruturar, aumentar a eficiência da máquina pública e gerar economia de recursos e valorização do servidor, foi implantada a Reforma Administrativa, permitindo uma reorganização no quadro de funcionários da prefeitura, assim como a criação da Controladoria Geral do Município. A prefeitura possuía mais de 80 leis que tratavam do funcionalismo público. Elas foram todas compiladas e transformadas em uma única lei.

Deixe uma resposta