O presidente da câmara dos deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirmou nesta última segunda-feira (31) que o governo federal não terá condições de bancar todos os programas emergenciais que fez, e que, após o enfrentamento do novo coronavírus haverá passivo.

Maia em uma reunião com a Federação das associações de municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) levantou a questão sobre como as empresas vão garantir empregos após o final das medidas implementadas na pandemia.

Deixe uma resposta