Plataforma Vaccine Luminaries mostra mapa com pesquisadores que divulgam informações sobre vacinas em todo o mundo

Seis brasileiros integram os Vaccine Luminaries, uma relação de pesquisadores em todo o mundo que se dedicam a esclarecer dúvidas sobre vacinas e ampliar a confiança nos imunizantes contra a covid-19 e contra outras doenças. A plataforma que reúne essas importantes vozes foi lançada no Global Vaccine Confidence Summit (em português, Cúpula Global pela Confiança nas Vacinas), promovido durante o encontro dos líderes do G7, os sete países mais industrializados do mundo, na semana passada.

Formada por um mosaico de imagens interativo, a plataforma reúne vídeos mostrando o trabalho de 57 cientistas que publicam conteúdos sobre vacinas em seus perfis nas redes sociais. Esse número deve aumentar, já que a iniciativa tem planos de agregar mais integrantes ao longo do próximo ano.

Representando o Brasil estão o integrante da União Pró-Vacina e farmacêutico graduado pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da USP, Wasim Syed; a presidente do Instituto Questão de Ciência e pesquisadora da USP, Natália Pasternak; a pesquisadora do Instituto de Medicina Tropical da USP Jaqueline Góes; o pesquisador do Instituto de Ciências Biomédicas da USP Gustavo Cabral; a chefe do departamento de ciências clínicas da Escola de Medicina Tropical de Liverpool, Daniela Ferreira; o docente da Universidade Federal de Santa Catarina André Báfica; e o pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro Rômulo Néris.

Os seis cientistas brasileiros também já participam da Equipe Halo, uma iniciativa da ONU com um propósito semelhante, divulgar informação sobre as pesquisas de vacinas contra o novo coronavírus por meio de pesquisadores de diversos países em vídeos feitos para a rede social Tik Tok.

Para Wasim, uma plataforma como a dos Vaccine Luminaries pode ser usada também de outras formas. “Essa foi uma iniciativa que se baseou em uma ação realizada pelo NHS, que é o SUS do Reino Unido. Lá eles têm uma página para mostrar como os profissionais de saúde estão agindo na pandemia, quem são essas pessoas, fotos delas, o que elas gostam. Seria muito interessante ter isso no Brasil para sabermos quem são os profissionais da linha de frente contra a covid-19, o que têm feito e todo esse aspecto pessoal. É uma iniciativa que poderia ser adotada pelos serviços de saúde no Brasil para a sociedade entender que a covid-19 está sendo enfrentada por pessoas e essas pessoas têm suas histórias”, afirma ele.

Sobre a União Pró-Vacina

A União Pró-Vacina é uma iniciativa articulada pelo Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto da USP em parceria com diversas instituições científicas e acadêmicas. O objetivo do projeto é produzir material informativo sobre a importância das vacinas e combater as informações falsas.

Deixe uma resposta