Ribeirão Preto vai sediar testes da ButanVac, confirma Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária concedeu a autorização para os testes em voluntários da vacina contra a Covid-19 do Instituto Butantan.

Coletiva de imprensa para anúncio da ButanVac

Depois de dois meses de conversas entre Anvisa e Butantan a ButanVac teve a fase de testes liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, e os testes serão feitos no Hospital das Clínicas (FMUSP) e no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. 

A vacina será testada em 400 dos 6 mil voluntários previstos com duas doses em 28 dias de intervalo. O imunizante já está em produção desde abril e o Butantan tem a expectativa de que 18 milhões de doses estejam prontas ainda em junho, e mais 40 milhões até o fim do ano.

A Butanvac usa tecnologia similar à vacina da gripe e não depende de matéria-prima importada. Ela é produzida com a técnica do “cultivo em ovo” e cada um tem material suficiente para produzir duas doses.

Agora, a eficácia do imunizante brasileiro deve ser comprovada nos testes em humanos para fazer parte das vacinas disponíveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui